São Roque

Funcionários e amigos do Preventório Rainha Dona Amélia homenagearam o aniversário de 114 anos da Fundação Ataulpho de Paiva (FAP) com uma missa, no último dia 16 de agosto, na Ilha de Paquetá, na cidade do Rio. A cerimônia religiosa foi conduzida pelo Padre Nixon, na Capela de São Roque (padroeiro da ilha) e contou com a participação de pais e crianças que, diariamente, recebem o carinho da instituição.

“A missa foi linda e maravilhosa! A FAP merece essa demonstração de carinho, já que, há anos, tem lutado para combater à tuberculose”, destacou Maria José, mais conhecida pela criançada como Zezé, uma das recreadoras do Preventório.

Criada no século passado com o objetivo de receber os filhos de pais e mães infectados pela tuberculose, o Preventório continua a desempenhar um importante papel social. Hoje, 150 crianças ficam sob os cuidados de recreadoras como a Zezé, enquanto os pais trabalham.

“É muito bom trabalhar com crianças. Nós fazemos atividades com massinha, jogos de encaixe, recreação livre, dentre outras.”, contou a recreadora.

A organização do evento ficou por conta da Zezé, mas o Padre Nixon foi o responsável pela homilia, que, além da exortação religiosa, enalteceu a bela trajetória da Fundação. Para ele, a preocupação com a tuberculose demonstra a importância da instituição na diminuição de problemas sociais.

Fundada em 4 de agosto de 1900, a FAP é a única instituição no Brasil a produzir a vacina BCG, que atua na prevenção da tuberculose. Ao longo da história, tem desenvolvido outras ações sociais, como a parceria com o Instituto Vila Rosário (IVR), em Duque de Caxias. A Fundação também é responsável pelo desenvolvimento e produção da Imuno BCG®, contra o câncer superficial de bexiga.


leia mais

 

 

Aniversário de 114 anos da FAP - novo

Uma bela história é sempre escrita por mais de uma pessoa e construída por muitas mãos. No último dia 04 de agosto, a Fundação Ataulpho de Paiva (FAP) celebrou 114 anos e agradeceu àqueles que, diariamente, contribuem para que a FAP seja reconhecida nacional e internacionalmente. Ao terminar o expediente, os 220 trabalhadores e colaboradores das seis unidades da Fundação foram felicitados com um brigadeiro de colher e uma carta de agradecimento do presidente da FAP, Germano Gerhardt Filho.

 

Aniversário de 114 anos da FAP 3

“A missão da Liga Brasileira Contra a Tuberculose sempre foi árdua, mas com o comprometimento e a dedicação de todos vocês, seguimos firme no nosso propósito”, destacava o texto o presidente da Fundação.

 

Na varanda da sede administrativa e fabril, uma mesa, adornada com toalha e bexigas vermelhas e brancas – as cores do logotipo FAP, sobre os doces estavam dispostos, representando cada membro da instituição. Em todas as unidades, banners ressaltavam a dedicação de todos que trabalham na FAP

 

“De fato, a Diretoria e os funcionários é que fazem a história, assim como não foi apenas um notável quem fundou a FAP, mas vários. Ninguém é uma ilha! Esse espírito de equipe deve ser sempre valorizado”, destacou Silvia Greche, gerente administrativa, que está na FAP desde 1987.

A gerente de produção da FAP, Carolina Zavareze, que trabalha na empresa há 17 anos, também destacou o orgulho de trabalhar na Fundação. “Me sinto honrada em trabalhar na FAP, único lugar a produzir a vacina BCG no Brasil. É um trabalho muito gratificante, pois milhões de crianças foram, são e serão protegidas com a vacina”.

 

Aniversário de 114 anos da FAP 2

 

“A empresa é feita de pessoas, e essa é uma maneira de mostrar que elas fazem parte disso”, elogiou Tereza Pereira, coordenadora de RH e uma das organizadoras do evento.

 

Sara, de 20 anos – a funcionária mais nova da instituição –, deu os primeiros passos na Fundação. Aos 16 anos, ingressou como “menor aprendiz”, hoje, ajuda na elaboração da vacina BCG. Chefe do setor de embalagens, Solange Chaves até se produziu para celebrar o aniversário da empresa onde trabalha.

“Nosso ambiente de trabalho é muito bom. A FAP é um aprendizado em minha vida, pois me deu a oportunidade de chegar à supervisão, comecei como auxiliar de embalagens, em 1995”, conta Solange.

 

Aniversário da FAP - Brigadeiro 5

 

Aniversário de 114 anos da FAP 7Aniversário de 114 anos da FAP 6

 

 

 

 

 

 

 

 

DEPOIMENTOS

 

De fato, a Diretoria e os funcionários é que fazem a história; assim como não foi apenas um notável quem fundou a FAP, mas vários. Ninguém é uma ilha! Esse espírito de equipe deve ser sempre valorizado” – Silvia Greche, gerente administrativa da FAP.

 “Nosso ambiente de trabalho é muito bom. A FAP é um aprendizado em minha vida, pois me deu a oportunidade de chegar à supervisão, comecei como auxiliar de embalagens, em 1995” – Solange Chaves, Chefe do setor de embalagens.

A empresa é feita de pessoas, e essa é uma maneira de mostrar que elas fazem parte disto” – Tereza Pereira, coordenadora de RH e uma das organizadoras do evento.

 

Dei os primeiros passos na Fundação. Aos 16 anos, ingressei como ‘menor aprendiz’ e, hoje, ajudo na elaboração da vacina BCG”, Sara Brenda Araújo Lopis – Técnico I.

Me sinto honrada em trabalhar na FAP, único lugar a produzir a vacina BCG no Brasil. É um trabalho muito gratificante, pois milhões de crianças foram, são e serão protegidas com a vacina” – Carolina Zavareze, gerente de produção da FAP.

Quando as pessoas recebem as doações, vêm me agradecer, mas eu digo para agradecer à FAP” – Rômulo Costa,  responsável pela administração de almoxarifado.

Essa celebração significa o reconhecimento no papel de cada um, já que as pessoas são o mais importante” – Maicon Dayvisson, funcionário do Setor de Limpeza.


leia mais