Tuberculose e AIDS: doenças coirmãs

Apresentação1

 

Internacionalmente instituído como Dia Mundial de Combate à AIDS, o dia 1º de dezembro é uma importante data para se conscientizar e se livrar de preconceitos. O vírus do HIV (Imunodeficiência Humana Adquirida, na sigla em inglês) tem muitos pontos em comum com a tuberculose, embora tenham surgido em épocas distintas. A relação entre ambas é bastante preocupante: a doença é a principal causa de óbito entre soropositivos.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), há cerca de 33 milhões de pessoas infectadas por HIV no mundo, das quais 25% estariam também infectadas por tuberculose.

Em 2000, a Fundação Ataulpho de Paiva (FAP), em parceria com o Instituto Vila Rosário (IVR), implementou o projeto Ação em Campo, através do qual foram identificados casos de pessoas vivendo em condições de miséria, habitação desumana e problemas sociais decorrentes da prevalência dos infectados por HIV, ocorrência de alcoolismo e dos casos de envolvimento com o tráfico de drogas e o crime organizado: uma porta aberta para a tuberculose.

O número de casos de tuberculose na região de Vila Rosário, em Duque de Caxias (RJ), era de 196 para cada 100 mil habitantes, no início do programa. Passou a cerca de 40/100 mil – valor próximo à média nacional.

Boas condições de higiene e alimentação, além de muita informação, podem fazer toda a diferença para controlar a ocorrência de casos de Aids e, desde o século passado, de tuberculose.

Germano Gerhardt Filho 

Presidente da Fundação Ataulpho de Paiva (FAP)