História


Criada com o nome de Liga Brasileira Contra a Tuberculose, a Fundação Ataulpho de Paiva surgiu em meio a franca ascensão da Tuberculose no Brasil e no Mundo. Preocupados com o avanço do problema, médicos e intelectuais uniram forças e criaram então a Liga, que nasceu com a missão de combater a doença e desempenhar um trabalho assistencial que na época era inexistente.

Após anos pesquisas e testes no Brasil e no exterior, foi inaugurado o serviço de prevenção à tuberculose pela vacina BCG e não demorou muito para se difundir por todo o país.

  • 1990 – Fundação da Liga Brasileira contra a tuberculose em 04 de agosto, que futuramente veio a se chamar Fundação Ataulpho de Paiva
  • 1902– Criação do primeiro dispensário (local de atendimento aos doentes) no Rio de Janeiro, o Azevedo Lima.
  • 1911– Inauguração do segundo dispensário Visconde de Moraes
  • 1913– Início do serviço de assistência domiciliar aos portadores de tuberculose que não podiam se locomover até o dispensário
  • 1924– A Liga, que até então era a única instituição a atuar contra a Tuberculose no RJ, se transforma em fundação, sem fins lucrativos e de caráter filantrópico. Nessa mesma década, o Governo federal cria efetivamente uma política pública de controle da Tuberculose
  • 1924– A Liga Brasileira Contra a Tuberculose compromete-se com a fabricação da BCG e se tornou a maior produtora da vacina no Brasil
  • 1930 – Inauguração das primeiras instalações de produção da vacina BCG oral.
  • 1936 – Liga passa a se chamar Fundação Ataulpho de Paiva, em homenagem a seu presidente, que ficou na fundação até o ano de sua morte e foi o responsável por grandes feitos durante sua gestão.
  • 1939– FAP foi declarada de utilidade pública pela Presidência da República, passando a ser abrangida pela imunidade tributária prevista na Constituição Federal. No ano seguinte, obteve o mesmo direito da esfera estadual.
  • 1940– Construção de uma nova área de produção de BCG, o Instituto Viscondessa de Moraes (IVM), atual sede.
  • 1964 – Tornou-se detentora do Certificado de Entidade Beneficiente e Assistência Social.
  • 1972– Fundação inicia a produção da BCG em escala industrial.